O objectivo deste documento é ajudar outros designers a utilizar Jekyll e, para isso, ajudar a compreender conceitos menos palpáveis à mente gráfica e desmistificar a linha de comandos.

Post scriptum

Este tutorial foi concluído em Janeiro de 2016, pelo que as versões de software referidas já estarão desactualizadas.

  1. Contexto
  2. Pré-requisitos
  3. Instalação
  4. Utilização básica
  5. Anatomia da pasta do projecto
  6. Começa a magia
  7. Layouts, templates e Liquid
  8. Considerações finais